Quais os tipos de sistemas de energia Solar?

Os sistemas que utilizam raios solares como fonte de energia podem ser Térmicos (para aquecimento) ou Fotovoltaicos (para energia elétrica). A energia solar térmica pode ser feito através de coletores ou concentradores solares, sendo função básica de aquecer a agua; serve para chuveiros, piscinas, aquecimento de ambientes ou processos industriais. Já o sistema fotovoltaico pode ser utilizado tanto para locais, remotos ou sem energia, sendo chamados de sistemas Isolados ou Off grid, quanto para locais com acesso à energia elétrica para redução do consumo, sendo então chamados de sistemas conectados à rede ou Grid tie

O que é Energia Fotovoltaica?

Energia Fotovoltaica é a eletricidade gerada a partir da luz do sol. O processo é realizado através de painéis fotovoltaicos, compostos de células solares, materiais semicondutores (principal é o silício).  Ao receber raios solares, os painéis de semicondutores convertem a energia dos fótons em energia dos elétrons do material, em um efeito conhecido como fotoelétrico. O movimento dos elétrons é o que gera corrente elétrica.

Quais as vantagens econômicas da energia fotovoltaica?

A partir do investimento inicial, viabilizado através do projeto, aquisição e instalação do equipamento, a energia elétrica gerada pelo sistema fotovoltaico não tem outros custos, considerado que os painéis demandam pouca manutenção. Com a evolução tecnológica, o prazo de retorno deste investimento inicial está cada vez menor.

Além disso, tal energia é autossuficiente e, portanto, mais segura em termos de abastecimento, principalmente para os consumidores corporativos, para quem a falta de energia pode significar perdas de produção. A energia fotovoltaica também é a solução mais barata para a eletrificação de grandes propriedades rurais formadas por sistemas elétricos dispersos. Outro uso bastante viável, principalmente para a iniciativa pública, é a eletrificação de comunidades remotas.

Quais as vantagens ambientais da energia fotovoltaica?

A interação entre o silício e a luz solar, que gera a energia fotovoltaica, não produz resíduos. Por isso, ela é considerada uma fonte de energia limpa ou ecológica. Além disso, a radiação solar é abundante e inesgotável, com grande potencial de utilização, enquanto o silício, principal semicondutor utilizado nos painéis fotovoltaicos, é o segundo elemento mais encontrado na superfície terrestre. Ou seja: é uma solução energética sustentável.

Quanto produz um painel solar fotovoltaico?

A produção de energia de um painel Fotovoltaico depende de diversos fatores a considerar, o principal é a potencia deste painel, demais como instalação que consideramos o local da instalação, orientação e inclinação do painel, temperatura, sombreamento, dentre outros. Um painel de 100 Wp no Brasil pode produzir em média um máximo entre 400 e 650 Wh por dia (ou entre 12 e 20 kWh por mês). Um painel de 200 Wp produzirá o dobro. Deve-se ainda considerar as perdas de energia, na ordem de 35% para sistemas com baterias e 20% em sistemas conectados à rede. Para calcular sua necessidade, você pode simular no SIMULADOR SOLAR nesta pagina, e solicitar através do contato (contato@northsol.com.br), um estudo mais especifico através de nosso atendimento personalizado.

Produz algum ruído em ter uma “usina” fotovoltaica no telhado?

A produção de energia elétrica no sistema Fotovoltaico não é realizada por movimentos mecânicos. É a interação entre o silício cristalino e a luz solar que gera a liberação de elétrons para a corrente elétrica, e este processo é silencioso.

O sistema Fotovoltaico por depender o sol, haverá risco de não funcionamento em dias nublados e a noite?

A eficiência do sistema solar fotovoltaico depende, sim, da quantidade de luz recebida. Porém, mesmo em dias nublados há radiação mais do que suficiente para a geração de energia. Além disso, em localidades com condições climáticas piores, o sistema pode ser potencializado aumentando-se a superfície de contato (com painéis fotovoltaicos maiores). No Brasil, todas as regiões apresentam ótimas condições climáticas. A energia produzida durante o dia fica armazenada em baterias para Sistemas OFF-GRID para garantia de energia durante a noite, ou no caso de sistemas ON-GRID é feita compensação com a Concessionária de Energia Elétrica.

O que são sistemas fotovoltaicos off-grid e on-grid?

O sistema solar fotovoltaico chamado OFF-GRID é aquele que não está conectado à rede elétrica convencional. Como exemplo, pode abastecer locais remotos, como propriedades rurais e embarcações, e equipamentos isolados, como radares de autoestradas, muito utilizado no Brasil. Já  o sistema ON-GRID é o sistema solar fotovoltaico conectado à rede elétrica. Pode abastecer edificações completas ou parcial em algumas de suas instalações – por exemplo, câmeras domésticas de segurança. Em muitos países onde o sistema on-grid é amplamente utilizado, como Alemanha e Espanha, é possível que o proprietário venda o excedente da eletricidade produzida por seu sistema fotovoltaico para a concessionária de energia, o que gera ainda mais economia; No Brasil é utilizado o sistema de forma de Faturamento de Compensação de Energia.

O que é Faturamento de Compensação de Energia?

Normatizado e regulamentado pela ANEEL – Agencia Nacional de Energia Elétrica sobre Resolução 482, onde o sistema de Compensação para micro/mini geradores de energia elétrica, utilizam a rede da concessionaria como “deposito” da energia excedente gerada não consumida durante o dia e, faz o uso durante a noite, retornando este crédito injetado na rede. No final do mês é contabilizado sua Energia Injetada e Energia Consumida, sendo que havendo créditos, poderá ser utilizado em até 36 meses, abatendo possível consumo maior em determinado mês de sua mesma residência ou estabelecimento ou de outro local, desde que seja em mesmo CPF ou CNPJ.

Posso instalar um sistema solar Fotovoltaico em minha empresa ou residência para economizar energia?

A busca de iniciativas sustentáveis vem crescendo em nosso país. A instalação de um sistema Solar em sua empresa, além de atrair a atenção da mídia sendo utilizado como matéria publicitário e campanha de marketing ou em residência, onde valoriza seu imóvel, a economia gerada através do sistema energético normatizado no Brasil pela ANEEL, através do sistema de compensação de energia, se tornando muito satisfatória, viabilizando o projeto.

Quais equipamentos são necessários em um sistema Solar Fotovoltaico?

1) Painéis fotovoltaicos: Que captam a energia solar e transformam e energia elétrica;

2) Inversores: Que transformam a corrente contínua (CC) em corrente alternada (CA) e ajustam a voltagem de acordo com a necessidade;

3) Baterias: Usadas em sistemas isolados para armazenar energia;

4) Controladores de carga: Usados em sistemas isolados e que controlam o carregamento das baterias;

5) Outros equipamentos: Além dos equipamentos principais, são necessários ainda Cabos, Estruturas de fixação para os painéis, Proteções elétricas, e outros acessórios

O que são inversores?

Inversor, neste caso, converte energia de corrente continua (CC) em alternada (CA), em sistemas conectados à rede elétrica também possuem a função de sincronizar o sistema com a rede.

Qual a área necessária para um sistema Fotovoltaico?

A área necessária depende do tamanho e características do sistema, bem como da forma como eles deverão ser montados nos arranjos. Um sistema de 1 kWp ocupa uma área de aproximadamente 7 m2 de painéis. No entanto, se estiverem inclinados sobre uma superfície plana como uma laje, um painel pode fazer sombra sobre o outro e eles deverão ficar afastados, exigindo uma área até duas vezes maior do que previsto.

Qual a vida útil de um Sistema Fotovoltaico?

Um sistema fotovoltaico conectado à rede tem uma vida útil mínima de 25 a 30 anos, há instalações como na Alemanha ou Japão que se aproximam de 30 a 40 anos. A maioria dos painéis fotovoltaicos tem garantia de 25 anos para produção de pelo menos 80% da potência nominal. Já os inversores têm garantia de 5 a 10 anos e um vida útil esperada de 10 a 15 anos, podendo ser trocados. Alguns micro-inversores têm vida útil maior, chegando a 25 anos. No caso dos sistemas isolados, os inversores e controladores de carga têm garantia de dois anos e vida útil de 5 a 10 anos, mas a principal diferença (especialmente em custo) fica por conta das baterias que são caras e devem ser substituídas com maior frequência. As baterias mais usuais tem vida útil de 4 anos e baterias especiais podem chegar a 10 a 15 anos de duração, sempre dependendo de um bom dimensionamento e uso.

Quais informações necessários para dimensionar um sistema Fotovoltaico?

>Para sistemas conectados a rede (GRID TIE ou ON GRID), pede-se:

Consumo Mensal em KWh (media dos últimos 12 meses).

Tensão do sistema residência (127V, 220V ou 380V) e tipo do sistema, se monofásico, bifásico ou trifásico.

Local da Instalação (Cidade – UF): este dado é importante para ser considerado a irradiação solar de sua região.

>Para sistemas isolados da rede (OFF GRID), pede-se:   

Lista de equipamentos com Potencia (W), Horas de uso por dia (h) e Voltagem de funcionamento dos equipamentos (12V, 127V, 220V, etc.)

Local da instalação (Cidade – UF)

Autonomia requerida em dias (quantos dias sem sol o sistema deve suportar);

Posso vender energia para a concessionária?

Não pode ser vendido energia para a concessionaria. O sistema adotado pelo Brasil não permite a venda como em outros países. No entanto existe um sistema compensação de energia onde um crédito (Produção maior que o Consumo) gerado em um determinado mês pode ser utilizado em um mês subsequente ou até mesmo em outra unidade consumidora do mesmo CPF ou CNPJ, dentro da mesma concessionária. Por exemplo, se em um determinado mês você viaja de férias ou a radiação solar é muito alta e você produz 500 kWh consumindo apenas 400 kWh, será gerado um crédito de 100 kWh. Se no próximo mês seu consumo foi de 550 kWh e a produção de 500 kWh, você não pagará nada e ainda terá um crédito de 50 kWh para os próximos meses.

O sistema Fotovoltaico é anti-apagão?

Muito comum esta dúvida, se o sistema irá suprir ou funcionar em caso de queda da energia da concessionária. Os inversores grid tie (conexão à rede) funcionam de forma sincronizada com a rede elétrica e dependem dela para funcionar. Esta é inclusive uma medida de segurança para não provocar acidentes ou atentar contra a vida dos técnicos de manutenção da rede da concessionaria que desligam a rede para efetuar uma manutenção.

Com sistema Fotovoltaico, posso ser independente da concessionaria?

Sim, porém se você já tem acesso à rede elétrica isso não é recomendado. O sistema fotovoltaico conectado à rede é mais eficiente, econômico, seguro, ecologicamente correto e de menor manutenção, portanto é a melhor opção para as pessoas que já possuem a energia rede pública em áreas urbanas e com acesso.

Necessito realizar alguma alteração ou adaptar minha residência ou empresa?

Não há necessidade de adaptação, é utilizado toda estrutura existente, o sistema é conectado no quadro de distribuição elétrico interno à fiação elétrica já existente da sua casa ou empresa, bem como o seu telhado ou laje para fixação dos painéis. A concessionária deverá trocar o relógio de força por um relógio bidirecional. Caso você ainda não tenha construído sua casa ou empresa, o ideal seria que o telhado fosse voltado para a linha do equador (ou Norte, na maior parte do Brasil) para melhor aproveitamento da energia solar.

Bombeamento Solar:

Posso adaptar uma bomba d’água elétrica com energia solar fotovoltaica?

Sim, porém deve ser analisado a viabilidade do projeto, considerando o modelo e potência da bomba existente, devido a potência de partida ou surto dos motores elétricos que pode chegar a oito vezes a potência nominal, exigindo um inversor muito grande e caro e inviabilizando o sistema seja pelo custo ou até mesmo tecnicamente. Por esse motivo, surgiram as bombas solares, que dispensam o uso de inversores e devem ser utilizadas sempre que possível, substituindo as bombas convencionais, consulte nos para conhecer um projeto ideal.

Há necessidade de utilizar o sistema F.V. de bomba d’agua com bateria?

Depende do modelo da bomba, na maioria dos modelos de bombas solares não são há necessidade de trabalhar com baterias, sendo uma grande vantagem. Como elas bombeiam somente enquanto houver sol, o ideal é que a água seja bombeada e armazenada durante o dia para ser utilizada durante o dia e a noite, um projeto bem dimensionado pode garantir seu suprimento necessário de agua. Há casos de regiões que tenham grande variação de radiação solar, se faz necessário incluir a bateria, de modo que garanta a confiabilidade no funcionamento em clima variados.

Como deve ser dimensionado a vazão das bombas solares?

O dimensionamento deste projeto deve ser considerado com a vazão por relação de litros/dia ao invés de dia/hora, pois não há constância de vazão durante o dia, depende da irradiação solar. A vazão pode ser diferente entre 9h da manhã e 12h, por exemplo, tornando viável a produção diária.